Skip to content

Confira as dicas de segurança para aproveitar a Parada Gay

06/07/2009

Publicado por G1

Polícia e organização recomendam cautela no caminho até a festa.
Excesso de bebida e drinques artesanais devem ser evitados.

Foto: Daigo Oliva/G1

Festa começa na Avenida Paulista e termina no Centro da capital (Foto: Daigo Oliva/G1 )

Para aproveitar sem nenhuma preocupação a Parada Gay de São Paulo, por exemplo, a Polícia Militar (PM) e a organização do evento recomendam às pessoas uma série de medidas preventivas de segurança, que você confere agora.

Entre as dicas está o cuidado com a bebida alcoólica. No ano passado, o excesso de bebida, aliado ao calor, fez com que muitas pessoas passassem mal e fossem atendidas no posto médico montado na Avenida Paulista.

Bebidas artesanais vendidas por ambulantes também são alvo de preocupação para a organização do evento. Conforme a Associação da Parada e do Orgulho de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (APOGLBT), quem quiser tomar uma cerveja ou um drinque mais elaborado deve procurar bares e lojas na região da festa.

Apesar de haver 1,2 mil policiais destacados para a segurança da parada, toda a prevenção individual é bem-vinda. Conforme a PM, as pessoas devem evitar levar objetos de valor, como joias e relógios. O recomendável é que se leve no bolso apenas dinheiro para pequenas despesas e somente um documento com foto –RG ou a carteira de habilitação.

O trajeto requer um certo cuidado. A PM aconselha a quem quiser participar da festa que deixe o carro em casa para não ter problemas com estacionamento, danos e furto. Se quiser ir de automóvel, a pessoa deve ter cuidado no momento de estacioná-lo.

“Prefira estacionamentos credenciados, evite deixar seu carro em locais mal
iluminados e isolados, não deixe objetos à vista no interior do veículo e não confie em guardadores e limpadores”, afirma o manual de auto proteção do cidadão, elaborado pela polícia.

Quem for utilizar o transporte público também deve se precaver. A APOGLBT aconselha aos participantes que evitem usar fantasias ousadas no metrô ou em ônibus. Ao chegar à Avenida Paulista, porém, o “festeiro” pode se vestir à vontade.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: