Skip to content

Turismo LGBT movimenta U$S 20 bilhões no Brasil

20/07/2011

Deu no Jornal O POVO

Com bom gosto de sobra e um orçamento extra para investir em beleza e em viagens, o público GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros) está ganhando espaço de destaque no turismo nacional e internacional. Seja viajando sozinhos ou acompanhados de amigos e companheiros (as), os homossexuais costumam investir bastante em diversas modalidades de diversão.

Os gays representam um importante segmento para o mercado de turismo. Segundo estimativas da Associação de Turismo GLS (Abrat-GLS), enquanto os heterossexuais brasileiros viajam, em média, 1,6 vezes por ano, considerando viagens aéreas de mais de duas horas de duração, os homossexuais viajam seis vezes.

Eles gastam mais porque, segundo a Abrat Gls, a renda deles é em média 30% superior a dos demais turistas. É um mercado que representa US$ 20 bilhões só no Brasil. De acordo com o presidente da Abrat GLS, Almir Nascimento, o turismo para o segmento está em ampla expansão. Apesar disso, os destinos ainda não estão preparados para recebê-los. “É necessário que os destinos se preparem. Há carência de profissionais especializados, de empresas e produtos voltados para esse público”, destacou Nascimento. O público que costuma viajar tem idade média acima de 25 anos, formação de nível superior e poder aquisitivo considerável. São em geral formadores de opinião. No Brasil, os principais destinos procurados são as capitais São Paulo e Rio de Janeiro, Florianópolis, Salvador e Recife. Em outros países, as preferências são Buenos Aires (Argentina), Montevidéu (Uruguai).

“São os destinos que já têm ações voltadas para receber o público GLS”, explica Nascimento. Segundo ele, as cidades contam com paradas e festivais específicos para o público, o que faz com que se sintam estimulados a voltarem constantemente aos mesmos lugares. O público consome em geral o circuito de compras e o circuito cultural.

 

Os Números 

30%
SUPERIOR

É a renda do público GLBT em relação aos demais públicos de turistas.

20
BILHÕES DE DÓLARES

É quando movimenta o público GLBT em turismo só no Brasil.

PLUS
Fortaleza está se preparando para constar como um dos principais destinos gays do País. A capital vai receber capacitação em parceria com o Ministério do Turismo, a Embratur e a Associação Brasileira de Turismo GLS.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: